Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Mais um miserável...


Ah! como eu queria ser rico e construir um palácio, onde todos que julgam-me rastejassem aos meu pés. Como eu gostaria de arrancar todas as máscaras de veludo dos rostos dos torpes, só para olha-los nos olhos e dizer o que esta me envenenando. Sei que guardar rancor é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra, mais não me importo pois o veneno já me entorpeceu. Podem rir do meu lamentável estado, podem até virar a cara. Sou apenas mais um miserável vagando nas ruas, esperando o sórdido fim. Não, não pensem que sairei por ai com uma navalha matando o povo, pois sei que a maioria da população vai ao enterro do próprio coração. Não pensem que vim aqui desabafar e nem ao menos assinar minha sentença, vim apenas dizer que quanto mais agente vence, mais se acha um perdedor. Também quero lembrá-los que estou aqui esperando, de camarote... Porque os vencedores precisam de alguém para aplaudi-los para quando a cortina cair. Espero que outrora não se esqueçam de minhas humildes palavras. Só estou neste lamentável estado porque o que as vezes não mata, te faz querer morrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário