Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O natal de tormentas


Essa noite esta tão fria, talvez seja apenas a janela aberta. A chuva lá fora consegue entrar em minha casa e molhar levemente meu chão. O barulho da ambulância me atormenta devagar, sem contar com o barulho do pneu de carros correndo contra o asfalto, também úmido. A musica natalina esta por todos os cantos, luzes invadem minha casa sem ao menos pedir permissão. Logo hoje, logo no momento em que eu mais queria era estar sozinha, em silêncio. O silêncio é tão acolhedor, o som dele consegue confortar-me. As luzes estão apagadas e se não fosse pelas pequenas luzinhas eu estaria no escuro, escuro esse que tanto me ilumina. Será que é tão difícil ter paz no natal? É, eu acho meio complicado, porém, esperarei aqui agoniada por um pouco disso. Enquanto isso, viro-me com as pílulas, até amanha.